15.2.07

Aristides, o vendedor de passaportes

Vi ontem o programa sobre o Aristides.
Uma encomenda com o carimbo dejà vu!
Quer as imagens quer a lenga-lenga - com ligeiras (re)adaptações - são as de sempre!
Não percebi se era uma peça de teatro, um filme ou um documentário.
O género em causa era um conto. Isso, já todos o sabemos.
Um conto foleiro!

6 comentários:

cabanas de viriato disse...

BRAVO, Nonas!

Anónimo disse...

É assim mesmo.

Anónimo disse...

Vá lá passem por cima disso e

Já par o telefone e em força
760 10 2003

Legionário

Vimara Peres disse...

Tem razão o Nonas.
Foi realmente um conto e foleiro.

chiça penico disse...

Alguem sabotou a minha tentativa de denunciar aqui aburla da SIC na pseudo-votação para aquela coisa do "pior português",ou lá o que era.Tentei denunciar a coisa,sugerindo uma queixa à ERC contra a SIC e demais vigaristas participantes na burla,mas não consegui fazer entrar o comentário. Que se passa aqui?

chiça penico disse...

Desta vez entrou!Vamos então apresentar o maior número de queixas possiveis à ERC contra a SIC,porque a ERC,só por si,não tomará tal iniciativa,apesar de o delito informativo ter sido púbico e causado imenso escândalo.