9.1.07

Lei a martelo


O Pedro Guedes chamava ontem à atenção para a notícia do Diário Digital onde se falava do chamado "Vinho de Hitler", que é vendido em Itália tendo como rótulo uma cruz suástica e uma foto de Hitler com Mussolini.
Pois, meus caros, aqui está a tal garrafa, "Vinho de Hitler" que deverá ser proibida em nome da nova lei contra os símbolos "neonazis" (ou lá o que isso é, pois nunca percebi o que ser neonazi, medionazi e velhonazi).
Estas leis a martelo não espantam, porquanto se sabe que antes mesmo de haver cursos para Alcoólicos Anónimos com vista à sua "desintoxicação", abundaram sessões de nazis anónimos para "desnazificação".
Os interessados podem encomendar aqui e aqui.

5 comentários:

Vitório Rosário Cardoso disse...

Em primeiro lugar, esses legisladores da UE devem concerteza estar imbuídos da falta de cultura clássica mundial. Durante toda a vida habituei-me a ver em Templos orientais, Budas a ostentarem a suástica. Em segundo, para quando é que estes arrivistas passarão à acção como os Talibãs e dinamitarão todo o património clássico que contenham os tais símbolos? Bin Laden agradece.
Eis as voltas que o mundo não dá e parece-me que a actualidade anda bastante perigosa...

Diogo disse...

Desta não sabia.
Por acaso não sabem se ha garrafas deste género mas de whiskey??Ando a procura de uma a muito muito tempo.
Já agora onde arranjo uma garrafa de vinho desta??
Muito obrigado

nonas disse...

Caro Diogo,
pode tentar conseguir as garrafas nos dois links que deixei à disposição de todos.
Um abraço.

Diogo disse...

ok muito obrigado vamos ver se me safo com o itaiano.
abraço e obrigado

MATEUS_27:24&25 disse...

"60 ANOS DE OCUPAÇÃO E ALIENAÇÃO"

Com mais esta medida grotesca, a Alemanha atual mostra que é apenas uma sombra decadente do seu passado glorioso. Uma pena...Me faz lembrar a obra "1984" em que a história era reescrita constantemente e a censura oprimia a mais sutil reflexão. Só que neste caso os vencidos estão condenados a apagar seu passado e os vencedores estão conseguindo escrever a destruição do nosso pequenino planeta azul...